quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

A importância da Educação Física


Quase relegada a segundo plano, uma das matérias clássicas se mostrou muito mais forte do que parecia, destacando a importância do educador físico


Quase deixada como disciplina não obrigatória durante a Reforma do Ensino Médio de 2016, mesmo depois de um evento de grande porte, como as Olimpíadas, a Educação Física ganhou força e conseguiu se manter como uma matéria importante para a sociedade. Hoje, o Curso de Educação Física tem muito mais destaque nas universidades.





Surfando nas ondas das Olimpíadas, se ascendeu a importância do esporte para as crianças e adolescentes, tanto para a saúde quanto como formador de caráter, já que ele se forma através dos hábitos, bons ou ruins. Por isso a importância do professor de Educação Física, uma vez que ela está diretamente relacionada a questões muito além do esporte.


No entanto, o que é Educação Física? Qual a verdadeira importância dela nas escolas? O que faz o profissional da área e onde ele pode atuar? Pensando em todas essas perguntas, foi elaborado esse texto pra que todos os interessados possam entender a área de Educação Física, bem como todos os seus desafios.


O que é Educação Física?


Partindo do básico, é possível dizer que a Educação Física é uma disciplina acadêmica que tem como missão estudar todas as diferentes formas e expressões corporais.


Embora o significado seja muito abrangente, a definição mais utilizada é que o curso de Educação Física cria profissionais que pensam, educam, disciplinam e treinam o corpo. No entanto, há pensadores que acrescentam que, ao disciplinar e educar o corpo, o educador físico também está trabalhando a mente, moldando hábitos, estética e, até mesmo, os relacionamentos interpessoais.


Por isso, quando se fala da graduação em Educação Física. É possível até ir mais além, já que a disciplina ainda engloba atividades de aprendizagem recreativa, como brincadeiras, jogos, danças, comportamento em grupo ou individual e até a qualidade geral da vida. Não é por menos que o objeto de estudo da disciplina é o movimento do corpo humano, assim como as suas interferências para o mesmo.


Os objetivos da Educação Física


Falando agora diretamente com a disciplina, de acordo com o Plano Nacional de Educação Física e Desporto, o dever do professor é encontrar o equilíbrio e a saúde do corpo, além da disposição física para ação e desenvolvimento de valores morais.


Para a política Nacional de Educação Física e Desporto possui objetivos mais específicos, como o melhoramento da aptidão física dos indivíduos, ascensão do nível esportivo em todas as extensões, além da própria implantação e prática de diferentes esportes, elevação do nível técnico e divulgação dos esportes como forma de lazer.




Simplificando, as faculdades de Educação Física e seus profissionais foram criadas para demonstrar o exercício de qualquer atividade motora, a qualquer movimento que envolva o corpo humano e toda a relação com o meio.


Como se formar um profissional da Educação Física


Para conseguir se tornar um educador físico, a pessoa interessada precisa fazer um curso superior, reconhecido pelo Ministério da Educação. Uma dica interessante é visitar o portal do MEC e verificar se a faculdade, a universidade ou o centro universitário no qual você precisa ingressar possui o reconhecimento necessário.


Durante a graduação em Educação Física, o aluno precisará cumprir certas horas de estágios, atividades complementares, aulas práticas e teóricas, sendo que, no final do curso, ele realizará um projeto, monografia ou Trabalho de Conclusão de Curso.





Depois de receber o diploma, não significa que o profissional de Educação Física já pode começar a trabalhar. Ele ainda precisa se cadastrar em uma sede do Conselho Regional de Educação Física, o CREF, solicitando a carteirinha. De acordo com o conselho, para se registrar são necessários os seguintes documentos:


Cópia autenticada do diploma
Cópia autenticada do Histórico Escolar Oficial
Cópia e original do RG e CPF
Cópia original da Certidão de Casamento
Cópia e original do comprovante de residência
E duas fotos 3 x 4 para documento oficial


Além de todos esses documentos, é necessário pagar uma taxa de inscrição. Para obter mais informações, procure a página com o CREF da sua região.


Seja com a formação da licenciatura ou bacharelado. No caso de querer se tornar um professor de Educação Física, gostar do ambiente da sala de aula, gostar de crianças e ainda possui um trabalho de didática, a licenciatura está totalmente dentro do perfil. Nessa média, são três anos de curso, sendo obrigatório o estágio nas escolas de ensino fundamental e médio.


Agora, se você curte o ambiente das academias, clubes, estúdios e spas, o melhor é optar o bacharelado de Educação Física. Vale ressaltar que o profissional em bacharel não pode lecionar nas escolas.


Onde o profissional de Educação Física pode atuar?


A grande vantagem dentro da Educação Física no Brasil é que a área de atuação é sempre ampla. Atualmente, ele é ainda maior, uma vez que está carecendo de profissionais da educação, tornando a empregabilidade para um educador físico mais alta.





Tanto para a licenciatura quanto para o bacharelado, os alunos aprendem a preparar e inferir as atividades de exercícios físicos. No entanto, conforme falado antes, somente o licenciado poderá trabalhar com educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, além de elaborar pesquisas científicas.


Já na área de bacharelado de Educação Física, a possibilidade é muito maior. O principal mercado de trabalho estão nas academias, clubes, empresas e instituições privadas, condomínios, pousadas, resorts, colônias de férias e spas. Outra oportunidade que vem ganhando mais espaço na área de Educação Física é o personal trainer, que dá assistência personalizada e individual ao cliente.


Muito mais do que apenas trabalhar como treinador, colaborador na área de reabilitação física e até professor de Educação Física. No entanto, o mercado não para por aí. Um bom profissional ainda pode trabalhar por trás das cortinas, como em organização de eventos esportivos, como a área de marketing esportivo. Afinal, algumas dessas áreas exigem a especialização em Educação Física, para entendimento do assunto.


Tão importante quanto outras profissões, a Educação Física é responsável por formar não só pessoas saudáveis, mas também o caráter e até as relações pessoas.


quinta-feira, 9 de novembro de 2017

E - BOOK PILATES

BAIXE AQUI MAIS UM E-BOOK

PILATES






 https://www.4shared.com/office/pYd9t3Ewei/PILATES_MOVIMENTOS_INTELIGENTE.html

REGRAS 2017 FUTSAL

BAIXE AQUI SEU LIVRO DE REGRAS!
LIKN PARA ACESSO
https://www.4shared.com/office/PNX_xNGxei/livro_nacional_de_regras_2017.html

sexta-feira, 28 de julho de 2017

FUTSAL: TREINOS BÁSICOS

FUTSAL: FUNDAMENTOS

ACESSEM O LINK PARA BAIXAR

https://drive.google.com/file/d/0By5ByzfxeHB9aDRxS2lLMzM4OUw1NlVPakpHYmc2aUl6VGRR/view?usp=sharing

HISTÓRIA DO VOLEIBOL

ACESSE O LINK PARA BAIXAR

https://drive.google.com/file/d/0By5ByzfxeHB9OGpDbmNFMU5JMkdmX25lRWJZWnNwdE9wTjY0/view?usp=sharing

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Plano de Aula

Plano de Aula Prática

Alunos 7° ano
Tema: Ginástica - Observar partes do corpo - Sistema Locomotor (Teórica)

1° momento: Alongamento

2° Momento: Aquecimento: Ginástica


  • Polichinelo
  • Correr de um lado para outra da quadra e voltar de costas
  • Pular no local
  • 4 corridas e 4 polichenelos
3° Momento: Futsal (Jogo) - Pedir para que montem as equipes de acordo com as posições do jogo de futsal ( Goleiro, Pivô, Ala dir. e Esq e Fixo)


terça-feira, 27 de dezembro de 2016

QUEBRA CABEÇA



VAMOS ENSINAR BRINCANDO? ESSA DIVERTIDA BRINCADEIRA SERIA UMA BOA OPÇÃO PARA OS DIAS DE CHUVA!
Quebra-Cabeça

 OBJETIVO:

-trabalhar a coordenação motora no recorte e montagem das peças;
-desenvolver a observação, a percepção e organização na visualização das formas das figuras, dos recortes e cores de cada peça, separando-as na busca da maior facilidade de desenvolver a atividade.

MATERIAL:
-Figuras grandes e coloridas de revistas, coladas em cartolina.

DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE:
     A brincadeira começa com a produção do quebra-cabeça. O próprio aluno deve colar a figura na cartolina e recortá-la rente às extremidades da figura. Logo depois o aluno deve riscar, do lado contrário à figura, as partes do quebra-cabeça e recortá-las com cuidado e em cima das linhas que criou, para posteriormente montar a figura novamente.

BINGO


AJUDE SEU ALUNO NA HORA DE APRENDER AS HORAS! DIVERTIDA BRINCADEIRA


  • 3. Bingo da Hora

    Material
    • cartolina;
    • papel oficio;
    tesoura


DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE:
Criar cartelas como o jogo de bingo tradicional. No lugar dos números desenhar relógios de ponteiros. Em fichas colocar a hora em relógios analógicos e colocá-las em saco para o sorteio.
Pode-se jogar sozinho ou em dupla. Vence quem terminar a cartela primeiro.
Outra alternativa com relógio seria: na cartela do bingo desenhar relógios, porém sem ponteiros. Nas fichas que ficarão em um saco, colocar os relógios analógicos. Quando for sorteado o aluno terá que preencher o ponteiro conforme o analógico.

Pesquisar este blog

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails